O que é a certificação florestal?

A certificação da gestão florestal é um instrumento voluntário que permite melhorar a qualidade da gestão florestal e demonstrar, de acordo com critérios rigorosos e internacionalmente reconhecidos, que a mesma é realizada de uma forma responsável, tendo em conta aspectos económicos, sociais e ambientais. Esta preocupação abrange também os recursos naturais com que a floresta interage, bem como as populações que dela dependem e adquiriu um estatuto de âmbito internacional a partir da Conferência Interministerial para a Protecção da Floresta da Europa, em Helsínquia (1991) e da Conferência das Nações Unidas para o Ambiente e Desenvolvimento, em 1992, no Rio de Janeiro, como uma resposta natural a uma preocupação crescente pela forma como as florestas mundiais estavam a ser exploradas.


Assim, uma entidade independente fornece uma garantia escrita que comprova que um dado produto é proveniente de uma floresta gerida de forma responsável/sustentável e está conforme as exigências definidas em normas ou especificações técnicas com o objectivo de promover uma gestão responsável/sustentável, em que funções económicas, ambientais e sociais sejam salvaguardadas de forma equitativa.


Tipos de Certificados

Os sistemas FSC® e PEFC© apresentam dois tipos diferentes de certificação:


Certificação da Gestão Florestal , que demonstra que a floresta é administrada ou gerida de forma responsável e sustentável, em conformidade com os Princípios e Critérios do FSC® ou Critérios e Indicadores do PEFC©.


Certificação de Cadeia de Custódia/Responsabilidade, que verifica a rastreabilidade de materiais e produtos certificados, de base florestal, ao longo da cadeia produtiva, desde a floresta, ou no caso dos materiais reciclados, desde o local de recolha, até ao consumidor final, e aplica-se a fabricantes, transformadores e comerciantes de produtos florestais certificados.